''Um adendo por favor, seres lindos que leem meu blog!
Preciso que entendam, se possível for, uma coisinha (básica), não escrevo textos pondo EU ali, ou então relatando minhas singelas emoções/vivencias/sentimentos... Para isso existem diários e cartinhas, como na pré adolescência. Então, please! São apenas palavras que surgem e acabam encaixando-se, e logo tornam-se uma escrita, uma frase, um texto (legal ou não)
Só queria dizer...''


sábado, 17 de agosto de 2013

A menina do balanço

Não era, nunca foi minha intenção, mas aconteceu!
Eu relutei, eu juro! Foi um não querer mais que bem querer, por fim tornou-se parte de mim, sem pedir licença, invadiu-me e me tomou pra si!
Oras, mas que ousadia a sua, eu brincava de balanço, eu corria atrás das borboletas... Só não queria amar! E nesse não querer, entreguei-me, e descobri que balanços vão e vem, e que borboletas há em toda parte, mas o amor, único e explosivo, só existe em nós dois...
E que os mesmos ventos que dão rumo as borboletas e movimento ao balanço, lhe tragam até mim, pra mim, por mim... Por fim e sem fim!


Nenhum comentário:

Postar um comentário