''Um adendo por favor, seres lindos que leem meu blog!
Preciso que entendam, se possível for, uma coisinha (básica), não escrevo textos pondo EU ali, ou então relatando minhas singelas emoções/vivencias/sentimentos... Para isso existem diários e cartinhas, como na pré adolescência. Então, please! São apenas palavras que surgem e acabam encaixando-se, e logo tornam-se uma escrita, uma frase, um texto (legal ou não)
Só queria dizer...''


sábado, 15 de junho de 2013

Voe



Esqueça as palavras ditas, as atitudes tomadas e os conceitos pré-definidos. Esqueça o aprendizado forçado, as questões impostas e supostas. Não pense no que já foi dito e permitido, no que lhe foi proibido e roubado, tomado... Arrancado!
Saia do casulo, voe para a vida, deseje a liberdade e não pense na saudade, a vida passa e não espera, ela é sua e de mais ninguém.
Leve na bagagem somente o necessário, esqueça os talvez e os porquês, os medos e os anseios... Eles pesam!
Viaje no seu tempo, não olhe no relógio nem siga o calendário. Aprecie a paisagem, sinta os perfumes, os sabores e os amores.
A viajem já começou, não espere que ela chegue ao seu fim para tentar compreende-la, e não espere que ela seja perfeita, não busque aquilo que não existe, mas que te fazem pensar existir.
Guie-se pela sua alma, sua essência! Não espere aplausos, não espere sorrisos sinceros de pessoas tão suas(?)
Voe... Tire os pés do chão, deixe-se ser, deixe-se viver!
E o que vier é lucro.

Fabíola F. Silveira  
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário